quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

ZÉ MIGUEL ASSUME SECULT DO AMAPÁ


Secretário planeja criar na Secult o Núcleo de Excelência em Elaboração de Projetos e Captação de Recursos Externos

O compositor/cantor amapaense Zé Miguel é o novo titular da Secretaria de Estado da Cultura (Secult). José Miguel de Souza Cyrilo assume o lugar deixado por João Alcindo Costa Milhomem. O artista foi empossado no último sábado,1º de janeiro, pelo governador do Amapá Camilo Capiberibe.

Zé Miguel é um dos maiores expoentes da música popular amapaense, surgiu na década de 80, nos festivais realizados no Estado. Com vários CDs gravados, já fez show inclusive no Canecão (RJ) e na Alemanha.

O secretário explica que trabalhar na administração pública será um grande desafio na sua vida profissional. Ele garante que dará continuidade aos bons programas culturais. “É um desafio que traz novidades e situações diferentes em relação ao que estou acostumado a viver como artista. Estou preparado para isso, pois sempre tive uma inquietação muito grande em relação à cultura, de ver a produção cultural como uma atividade econômica e buscar caminhos para melhorar o setor cultural”, diz o gestor.

“Este primeiro momento será de organização”, afirma o secretário. A partir daí será criado dentro da Secretaria o Núcleo de Excelência em Elaboração de Projetos e Captação de Recursos Externos composto por técnicos especialista na área. O objetivo do núcleo é buscar recurso, seja no Ministério da Cultura ou empresas que lançam editais para projetos culturais. “Inicialmente este núcleo vai funcionar em favor da secretaria, para que possamos colocar o trabalho dos artistas locais na rua e, na sequência, iremos capacitar os produtores culturais para que possam acessar diretamente esses recursos e criar no Amapá um ambiente favorável à cultura”, conclui.

Perfil

José Miguel de Souza Cyrilo é amapaense, primogênito de uma família de seis irmãos, casado e pai de três filhos. Ele optou pela carreira musical desde criança. Aos 8 anos de idade já soltava a voz cantando hinos de louvores a Deus. O pequeno artista cresceu e buscou realizar o sonho de se tornar um grande guitarrista e acabou por participar de várias bandas de baile. A partir dai começou a compor suas próprias canções, inicialmente com a intenção de participar dos festivais da época, depois começou a colecionar vitórias. Gravou seu primeiro disco em 1991, ainda na era do vinil, intitulado “Vida boa”. Em 1996 lançou Planeta Amapari, junto com os compositores Val Milhomem e Joãozinho Gomes. Em 1998 lançou Lume, o segundo de sua carreira solo. Em 1999 veio o Dança das Senzalas, com o Quarteto Senzalas, do qual fez parte por um período de aproximadamente quatro anos.

Em 2000 lançou na Alemanha e na França, ainda com o quarteto, a coletânea que acabou por se chamar também Planeta Amapari. No mesmo ano, algumas de suas obras fizeram parte da coletânea Brasil 500 anos de Groove, também lançada simultaneamente na Alemanha e na França, ambas pela gravadora Alemã Ganzer Hanker GMBO.

Em 2002 lançou o CD Zé Miguel acústico, do qual fazem parte as músicas Pérola Azulada e Vida boa, os dois maiores sucessos de toda a sua carreira. Em 2004 lançou o CD Quatro Ponto Zero e em 2005, motivado pela dolorosa perda de seu amado Filho Marco Kayke, vítima de violento acidente de trânsito, lançou o CD Uma Balada para Kayke.

Em 2008 entra de vez pra era audiovisual e lança o seu primeiro DVD intitulado Meu endereço, gravado nos dias 28 e 29 de abril de 2007, no teatro das Bacabeiras, em Macapá. Em seguida, ainda no mesmo ano, lança o DVD Gente da Mesma Floresta, projeto do qual participou a convite de Nilson Chaves. Gravado no espaço Itaú cultural em São Paulo, este DVD traz um grande encontro de artistas de todos os Estados da Amazônia.
-
Na foto, Zé Miguel canta com Ana Martel.

2 comentários:

Blog do MK disse...

Prezado Aroldo:
Enviei um e-mail para você, no endereço aroldopedrosa@hotmail.com, como está no seu blog, mas a mensagem voltou.
Peço-lhe o favor de confirmar seu e-mail.
Convido-o a visitar meu blog em http://mklautau.blogspot.com/
Obrigado.
Um abraço
Marcos Klautau
mklautau@superig.com.br

Aroldo Pedrosa disse...

Marcos, esse email tem apresentado problemas, mas o email que utilizo sempre é este: vanguardacultural@yahoo.com.br

Abraços.