quarta-feira, 7 de julho de 2010

DE BERÇO


-
FELIZ ANIVERSÁRIO
Aroldo Pedrosa
-
Hoje é o aniversário do meu bem
E também do meu neném:
O Glauber Caetano, que agora faz dois anos.
Olha ele aí... Que bonitinho!
Tem o poeta Maiacóvski, que, como ninguém,
Aniversaria também neste dia leve.
Maiacóvski se foi – eu sei – com sua vida breve,
Sua camisa amarela fosforescente e gravata de cores.
Viajou para o infinito...
Mas deixou poema tão bonito,
Que o adotei para os meus dois amores:
-
Dizem que em algum lugar
Parece que no Brasil
Existe um homem feliz

-
Somos nós numa só ilha.
Poema de versos ímpares,
Que maravilha!
Sons do belo Universo,
Elos de uma só família.
-
Com o que poderia presenteá-los neste dia?
Ora, com o meu amor e a minha poesia.
Amá-los cada vez mais de um amor táctil
E transformá-los em canção simples e fácil.
Uma canção cuja melodia
Possa acordar o meu bem
(Ave, Drummond!)
E adormecer o meu neném
Todos os dias...

Um comentário:

Rosinha disse...

Obrigada, meu poeta da floresta. Quando mocinha, sempre sonhei ter um amor que me fizesse versos e me acordasse com uma canção em forma de beijo. Aí,"o amor se revelou quando eu te vi". Aceitamos o seu presente hoje e sempre.
Beijos meus e do Glauber Caetano.